segunda-feira, 28 de julho de 2008

Solidão

"Todas as
palavras-coisas
trazem canseira"
Eclesiastes 1:8a

Para Flávio Bola, aprendiz de poeta.


há um tempo atrás
escrevi um pequeno poema
parecia-me triste, melancólico, pungente


SOLIDÃO

Num canto
a solidão
está nas pontas
nos cantos
dos dedos.





Agora, bastante distante do texto, noutro contexto,
tento fazer o que seria um vídeo-poema.

me parece que aquele velho ar,
pungente, melancólico, triste

persiste.


Fortaleza, 28.7.8

Rodolfo Silva

P.S.: o vídeo-poema é fruto de questões levantadas no Curso Arte e Tecnologia, do SESC, do qual participei entre março e julho de 2008.

6 comentários:

Flávio Américo disse...

Cara, gostei muito do seu poema.

Desde ontem tento assistir o vídeo todo, mas minha internet n deixa, pois ela trava o download. o máximo que consegui foi 2:58.

Mas gostei do que já vi. quando for em jéssica, verei todo lá.

a idéia de vídeo-poema eh muito legal, pois pode ser usada para mostrar os caminhos trilhados pelo poeta na composição dos versos. a poesia concreta se torna mais conreta!

fico feliz por vc ter mostrado-me seu poema, isso sifnifica muito para mim!

kivle disse...

Cara, gostei tmb do seu poema, pois nunca assisti algo igual. Intelegente.

E tmb estou lembrando, em particular, a sua casa, a vista bonita e seu escrítorio por causa disso. Que massa, e que momentos bons que tinham nos juntos em Fortaleza.

Que Deus te continue abençoando.

um abraço,

Renan Ramalho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Renan Ramalho disse...

Achei muito interessante. Foi a primeira vez que vi um vídeo-poema. Se por um lado as imagens entregam alguns segredos, tarefa antes da imaginação; por outro oferecem mais material de observação. No caso do teu vídeo-poema, gostei de como as imagens reforçaram os sentidos; deu mais vida ao poema. Engraçado que eu fui mostra-lo a uma amiga e o comentário foi: “não gosto dessas coisas moderninhas” kkkk mas parece que o tom melancólico... permanece.

Elaine Calvet disse...

Intrigante,
inteligente,
e muito, muito
criativo!
Parabéns.

Cris disse...

Muito interessante Rodolfo,
instigante como com coisas muitos simples...
palavras podemos recriar mundos,
olhares...
obrigada por compartilhar....