segunda-feira, 28 de julho de 2008

Solidão

"Todas as
palavras-coisas
trazem canseira"
Eclesiastes 1:8a

Para Flávio Bola, aprendiz de poeta.


há um tempo atrás
escrevi um pequeno poema
parecia-me triste, melancólico, pungente

video


SOLIDÃO

Num canto
a solidão
está nas pontas
nos cantos
dos dedos.





Agora, bastante distante do texto, noutro contexto,
tento fazer o que seria um vídeo-poema.

me parece que aquele velho ar,
pungente, melancólico, triste

persiste.


Fortaleza, 28.7.8

Rodolfo Silva

P.S.: o vídeo-poema é fruto de questões levantadas no Curso Arte e Tecnologia, do SESC, do qual participei entre março e julho de 2008.